JOSE EDUARDO DOS SANTOS E UM PSICOPATA

JOSE EDUARDO DOS SANTOS E UM PSICOPATA

O chefe do esatdo angolano, presidente do Mpla, chefe do governo e comandante em chefe das forças armadas angolanas (FAA), aglomerou em si todos titulos académicos, universitàrios, alexandria's, memodatas e balkanets, com a vocação de extremecer a nação angolana e a Africa em particular, apesar disso,ninguém o considera. Ao contràrio José Eduardo dos Santos é considerado como, uma personalidade patologica se manifestando essencialmente para os comportamentos antisociais.

Além do diagnostico do Cancro Prostata de que padece o mais alto dignatàrio do Mpla José Eduardo dos Santos, sofre também da psicopatia que obriga-lhe o Eu (...), não somente mestre na sua propria casa, neste termo que considero como segundo ferimento infligido ao narcisismo da humanidade, ferimento infligido para a pasicanàlise.

O homem como José Eduardo dos Santos, acredita ao centro do mundo naquilo que destroi a sua propria consciência e a sua vida. Acredita ser rei da criatura daquilo que destroi a teoria de evolução dos Santos, ele cré no seu livre àrbitro, isto que mente a psicanàlise, confirmando a influência do inconsciente sobre o seu Eu.

O caràcter cientifico e revolucionàrio do seu trabalho e a decentralização do homem cuja a consciência jà não é o mestre de Si.

O homem, é uma coisa que tem que ser ultrapassada. José Eduardo dos Santos sonha duma cultura superior do homem, o "superhomem" este não tem nada haver com alguém "Superman". Tornar um superhomem, significa renunciar aos valores negativos ao aproveito dos valores positivos e criativos.

O sistema eduardista é um conjunto de precinto, fechado em tudo. A existência, ao contràrio, precisa uma separação. Ela é esguicho. Todavia, os dois termos são contraditorios.

24 de Fevereiro de 2002, logo a sua viagem em Lisboa numa escala para Washington, Eduardo dos Santos declou: estou empenhado em dar passos decididos e muito ràpido no sentido do cessar-fogo e de encontrar plataformas para recuperar o processo politico e completar o Protocolo de Lusaca e Angola poder vir a realizar, "num futuro breve, eleiçoes que normalizem a vida politica do pais.

Logo a sua viagem para o Cabo verde José Eduardo dos Santos diz: jà que alcançou-se a Paz em Angola, o proximo candidato do Mpla para a presidência de Angola nas proximas eleições não se chamarà José Eduardo dos Santos, mas serà um outro candidato.

Quantas versões são? como quer que os angolanos acreditam pelas suas afirmações confusas. alguma vez uma mãe, jà nasceu filho sem dar-lhe nome?

José Eduardo dos Santos precisa um psiquiatra e não discursos fabulosos no estrangeiro, caso não Angola sofrirà na mesma que em 1979.

Fonte:Secretariado p/Info do MPDA