Detidos supostos violadores no Huambo

Detidos supostos violadores no Huambo

 

A Polícia Nacional na Província do Huambo apresentou, esta terça-feira, um cidadão de 22 anos de idade, acusado de ser o autor do disparo que vitimou uma menor, depois da tentativa de violação sexual no dia de natal.

O porta-voz do Comando da Polícia Nacional, Fernando Manção, disse que o crime ocorreu no bairro das Cacilhas, quando Francisca Pinto São Braz, de 13 anos de idade, reagiu negativamente  à tentativa de violação.

"A menina andava num grupo de amigas, por volta das 19 horas, quando o jovem Quintino Morais Muteka a surpreendeu e tentou abusá-la sexualmente. Na fuga, ele disparou várias vezes e uma das balas atingiu-a", explicou.

Quintino Muteka, confessou o crime, alegando ter achado a arma na rua e tê-la usado pela primeira vez devido ao seu estado de embreaguês.

Serralheiro de profissão, havia sido solto da Comarca do Huambo no dia 20 de Novembro ultimo, depois de ter cumprido uma pena por crimes de furto, ofensas corporais e assaltos à usuários de telemóveis.

A Policia no Huambo deteve ainda António Baptista (Assanhado) e Abel Chivinda (Dois Tempos), acusados de crime de violação sexual, seguida de homicídio voluntário no dia 22 de Dezembro, também no bairro das Cacilhas.

A vítima desta acção foi Madalena Jinga, de 48 anos, que foi encontrada morta pelos vizinhos em sua casa.