Pinda Simão diz que executivo angolano tem planos para declarar o país livre do analfabetismo até 2025

ensino-2.jpgO ministro angolano da Educação, Mpinda Simão, anunciou esta Terça-Feira em Luanda que o Executivo tem como prioridades declarar o país livre do analfabetismo até 2025, com a implementação do Plano Estratégico para a Revitalização da Alfabetização.

O governante fez esta afirmação hoje, em Luanda, ao discursar na apresentação do Plano Estratégico para a Revitalização da Alfabetização, num encontro de auscultação com líderes das igrejas.

Segundo o ministro Mpinda Simão, desde os primórdios da independência nacional que a alfabetização constitui prioridade das prioridades do Executivo.
Neste compromisso, disse, o Estado nunca esteve sozinho, as igrejas e a sociedade civil organizada sempre estiveram ao lado do Governo dando o seu melhor com maior ou menor dificuldade, com o propósito único de lutar para a erradicação do analfabetismo.

"Não obstante os esforços que já fizemos em conjunto, ainda temos pela frente, o desafio de reduzir a actual taxa de analfabetismo que se situa em 33,5 porcento para 25 porcento, o que permitirá subir a taxa de alfabetização para 85 porcento em 2017", explico.

MPDA