Igreja Católica afasta Justino da Rádio Ecléssia

Luanda - A Conferência Episcopal de Angola e São Tomé (CEAST), entidade da igreja católica responsável Rádio Ecléssia colocou fim na colaboração existente entre aquela emissora e o acadêmico Justino Pinto de Andrade. Na  quinta-feira (12), a CEAST fez chegar ao mesmo uma comunicação que dava  como interrupta a ligação que o permitia ter um espaço de comentário as  segunda-feira de manha e uma crónica semanal na mesma rádio.

Para o preenchimento da lacuna deixada, a entidade patronal da emissora católica prevê contactar um dos dois referenciados jornalistas, cuja inclinação recai para Reginaldo Silva ou Celso Malavoloneke  que é muito próximo ao clero.

A saída de Justino Pinto de Andrade esta sendo associada a pressões que sectores do regime exercem naquela igreja, mas também a sua condição de líder político, o que o coloca numa posição de parcialidade.

Em Outubro de 2010, o clero católico havia sofrido pressões idênticas e teriam dado sinais as autoridades que estariam moldáveis em sacrificar a figura de Justino Pinto de Andrade em troca da expansão do sinal daquela rádio em território nacional.

No mais produtivo contacto que o clero teve com o regime angolano foram deixadas garantias, segundo as quais, a Rádio Ecléssia passaria numa primeira fase, a ensaiar emissões locais em três províncias nomeadamente Bié, Malange e Kwanza-Sul. Em meios da companhia, BBC World Service Trust, a instituição que presta assessoria a rádio, vincou a percepção de que, por enquanto, a figura de Justino Pinto de Andrade “tem estado a pesar nos efeitos da medida”, por notarem que o mesmo dispõe de uma disponibilidade singular e sem paralelo.

Na altura a direcção desta emissora teria adoptado por um comportamento destinado a mostrar ao regime angolano que a rádio esta mais dócil. Os sinais apontados como evidência da argumentada leitura foram notados na alteração da sua linha editorial; os noticiários deixaram de ser abertos com noticias de política e registos de censuras contra  peças jornalísticas com teor de criticas ao regime do MPLA e seus respectivos membros.

A Rádio Ecléssia é uma das estações mais ouvida na capital angolana, concorrendo com a Rádio Luanda. Conta com programas educacionais voltado a religião. Os seus noticiários chegaram liderar as audiências.